Quinta-feira, 19 de Março de 2015

 

 

 

* * *

 

tumblr_m0oa57IdIi1qdzpbco1_500

 

 

* * *

 

"

(...)


Lately I just find my mind has turned to dreaming

Making plans and scheming
How I'm gonna get back home
But deep down inside I know its really hopeless
This road I'm on is endless
We climb our mountains all alone

 

(...)


Old photographs and places I remember
Just like a dying ember
That's burned into my soul
Even though we walk the diamond studded highways
It's the country lanes and byways
That makes us long for home"

 

 

Jim Capaldi, Old Photographs

 

 

 

* * *


Jim Capaldi, Old Photographs

 

* * *

 

publicado por Cleópatra M.P. às 00:00
link do post | comentar | favorito!

Quinta-feira, 1 de Março de 2012

 

 

'Take your passion
.

and make it happen.
.

Pictures come alive,

.

you can dance right through your life.'

 

 

* * *

 

 

 

* * *

 

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 19:53
link do post | comentar | favorito!

Sábado, 25 de Fevereiro de 2012

 

 

... but I will find my way home!

 

 

* * *

 

 

* * *

 

 

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 22:00
link do post | comentar | favorito!

Sábado, 21 de Janeiro de 2012

 

 

... Acredita em Ti!

 

 

Faz uso das tuas asas e Voa!

 

 

 

 

* * *

 

 

 

* * *

 

 


Supera-te!

 

 

 

Vai. Faz. Arrisca. VIVE!

 

 

Supera-te.

 

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 23:40
link do post | comentar | favorito!

Segunda-feira, 17 de Outubro de 2011

 

 

I really do!

 

 

 

 

* * *

 

 

 

* * *

 

 

 

 

* * *

 

 

 

* * *

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 14:30
link do post | comentar | favorito!

Sábado, 20 de Agosto de 2011

 

 

* * *

 

* * *

 

 

"Como é que se esquece alguém que se ama? Como é que se esquece alguém que nos faz falta e que nos custa mais lembrar que viver? Quando alguém se vai embora de repente como é que se faz para ficar? Quando alguém morre, quando alguém se separa - como é que se faz quando a pessoa de quem se precisa já lá não está?
As pessoas têm de morrer; os amores de acabar. As pessoas têm de partir, os sítios têm de ficar longe uns dos outros, os tempos têm de mudar Sim, mas como se faz? Como se esquece? Devagar. É preciso esquecer devagar. Se uma pessoa tenta esquecer-se de repente, a outra pode ficar-lhe para sempre. Podem pôr-se processos e acções de despejo a quem se tem no coração, fazer os maiores escarcéus, entrar nas maiores peixeiradas, mas não se podem despejar de repente. Elas não saem de lá. Estúpidas! É preciso aguentar. Já ninguém está para isso, mas é preciso aguentar. A primeira parte de qualquer cura é aceitar-se que se está doente. É preciso paciência. O pior é que vivemos tempos imediatos em que já ninguém aguenta nada. Ninguém aguenta a dor. De cabeça ou do coração. Ninguém aguenta estar triste. Ninguém aguenta estar sozinho. Tomam-se conselhos e comprimidos. Procuram-se escapes e alternativas. Mas a tristeza só há-de passar entristecendo-se. Não se pode esquecer alguem antes de terminar de lembrá-lo. Quem procura evitar o luto, prolonga-o no tempo e desonra-o na alma. A saudade é uma dor que pode passar depois de devidamente doída, devidamente honrada. É uma dor que é preciso aceitar, primeiro, aceitar.
É preciso aceitar esta mágoa esta moinha, que nos despedaça o coração e que nos mói mesmo e que nos dá cabo do juízo. É preciso aceitar o amor e a morte, a separação e a tristeza, a falta de lógica, a falta de justiça, a falta de solução. Quantos problemas do mundo seriam menos pesados se tivessem apenas o peso que têm em si , isto é, se os livrássemos da carga que lhes damos, aceitando que não têm solução.
Não adianta fugir com o rabo à seringa. Muitas vezes nem há seringa. Nem injecção. Nem remédio. Nem conhecimento certo da doença de que se padece. Muitas vezes só existe a agulha.
Dizem-nos, para esquecer, para ocupar a cabeça, para trabalhar mais, para distrair a vista, para nos divertirmos mais, mas quanto mais conseguimos fugir, mais temos mais tarde de enfrentar. Fica tudo à nossa espera. Acumula-se-nos tudo na alma, fica tudo desarrumado.
O esquecimento não tem arte. Os momentos de esquecimento, conseguidos com grande custo, com comprimidos e amigos e livros e copos, pagam-se depois em condoídas lembranças a dobrar. Para esquecer é preciso deixar correr o coração, de lembrança em lembrança, na esperança de ele se cansar."



Miguel Esteves Cardoso, in Último Volume

 

publicado por Cleópatra M.P. às 00:25
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito!

Sexta-feira, 6 de Maio de 2011

 

 

Um belo tema.

 

Com muito significado.

 

Por uma nobre causa.

 

 

* * *

PELOS REFUGIADOS

 

* * *

Sivert Høyem "Prisoner of the Road" - Norwegian Refugee Council


* * *

 

 

 Um Refugiado é um Ser Humano como eu... e como tu.

 

 

 

VER MAIS AQUI

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 01:12
link do post | comentar | favorito!

Quinta-feira, 18 de Novembro de 2010

 

 

* * *

 

* * *

 

"Sometimes I wonder where I've been
Who I am
Do I fit in.
Make believin' is hard alone,
Out here on my own

We're always provin' who we are
Always reachin' for the risin' star
To guide me far
And shine me home
Out here on my own

When I'm down and feelin' blue
I close my eyes so I can be with you
Oh, baby, be strong for me
Baby, belong to me
Help me through
Help me need you

Until the morning sun appears
Making light of all my fears
I dry the tears
I've never shown
Out here on my own

When I'm down and feelin' blue
I close my eyes so I can be with you
Oh, baby, be strong for me
Baby, belong to me
Help me through
Help me need you

Sometimes I wonder where I've been
Who I am
Do I fit in
I may not win
But I can't be thrown
Out here on my own
On my own"

 

Irene Cara, Out Here On My Own

 

 

....................................... 

......................................* Irene Cara - Out Here On My Own *

 

 

 

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 16:34
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito!

Segunda-feira, 15 de Novembro de 2010

 

 

 

* * *

 

 

* * *

 

 

One night I had a dream
I dreamed I was walking along the beach with the Lord
and across the sky flashed scenes from my life.
For each scene I noticed two sets of footprints,
one belonged to me and the other to the Lord.

 

 

 

When the last scene of my life flashed before me,
I looked back at the footprints in the sand.
I noticed that many times along the path of my life,
there was only one set of footprints.
I also noticed that it happened at the very lowest
and saddest times in my life.

 


This really bothered me and I questioned the Lord about it.
"Lord, you said that once I decided to follow you,
you would walk with me all the way,
but I have noticed that during the most troublesome times in my life
there is only one set of footprints.
"I don't understand why in times when I needed you most,
you should leave me."

  
The Lord replied:

 

 "My precious, precious child,
I love you and I would never, never leave you
during your times of trial and suffering.
When you saw only one set of footprints,
it was then that I carried you."

 

 

Author unknown, "Footprints"

 

  

publicado por Cleópatra M.P. às 13:16
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito!

Quinta-feira, 14 de Outubro de 2010

 

 

 

Histórica operação de resgate.

 

33 mineiros.

 

69 dias.

 

700 metros de profundidade.

 

Parabéns, Chile!

 

 

 

* * *

 

* * * 

 

 

"Puro, Chile, es tu cielo azulado,

puras brisas te cruzan también,

y tu campo de flores bordado

es la copia feliz del eden

Majestuosa es la blanca montaña

que te dio por baluarte el Señor,

y ese mar que tranquilo te baña

te promete futuro esplendor."

 

 

Extracto do Hino do Chile

 

 

 

VER MAIS AQUI

 

E AQUI

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 09:51
link do post | comentar | favorito!

Quarta-feira, 13 de Outubro de 2010

 

 

 

Campo Grande

 

Mato Grosso do Sul

 

Brasil

 

 

* * *

 

 

* * *

 

 

* * *

 

 

* * *

 

 

* * *

 

 

* * *

 

 

* * *

 

 

* * *

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 10:21
link do post | comentar | favorito!

Terça-feira, 5 de Outubro de 2010
 

 

 

*

'You don't know, you should have known


the pain I feel inside'


 

 

* * *

 

 

CANSADA - FIND A WAY AND CLEAN MY SOUL

 

 

 

* * *

 

'So, I was dreaming of you


I was falling with you


and broke my heart'

 

*

 

 

* Rodrigo Leão - Deep Blue *

 

*

 

'God knows I cannot stand


It's time to say goodbye'


*

publicado por Cleópatra M.P. às 00:24
link do post | comentar | favorito!

Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Tradutor | Translator
Free counters!