Domingo, 21 de Outubro de 2012

 

 

 

* * *

 

NUNCA ATRAIR A ATENÇÃO!

 

* * *

 

"(...) Que o comportamento mais correcto era contentar-se com a situação existente. Mesmo que fosse possível melhorar alguns pormenores - mas isso é uma superstição absurda -, ter-se-ia obtido, na melhor das hipóteses, alguma coisa para os casos futuros, mas seria à custa de um enorme prejuízo causado a si próprio, chamando a especial atenção dos funcionários que estão sempre à espera de vingança. Nunca atrair a atenção! Manter-se calmo, mesmo que isso seja contra a sua natureza! Tentar compreender que este grande organismo judicial se mantém de certo modo eternamente suspenso, e que quando alguém altera algo no seu local, por sua livre vontade, retira o terreno debaixo dos pés, estando sujeito a precipitar-se, enquanto o grande organismo compensa facilmente noutro local a pequena perturbação - pois tudo está ligado - e mantém-se inalterado, quando não se torna - o que até é provável - ainda mais fachado, ainda mais atento, ainda mais rigoroso, ainda mais perverso."

 

 

Franz Kafka, in O Processo, 1914

Bertrand Editora - Colecção 11x7, pp.143

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 00:00
link do post | comentar | favorito!

Abril 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
27

28
29
30


Posts Recentes

Nunca Atrair a Atenção!

Tradutor | Translator
Free counters!