Sábado, 5 de Junho de 2010

 

 

* * *

 

 

 

* * *

Cada um que passa em nossa vida,
passa sozinho, pois cada pessoa é única
e nenhuma substitui outra.
Cada um que passa em nossa vida,
passa sozinho, mas não vai só
nem nos deixa sós.
Leva um pouco de nós mesmos,
deixa um pouco de si mesmo.
Há os que levam muito,
mas há os que não levam nada.
Essa é a maior responsabilidade de nossa vida,
e a prova de que duas almas
não se encontram ao acaso.


 

Antoine de Saint-Exupéry, Acaso

 


 

*Moby - Love Should*

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 22:43
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito!

Segunda-feira, 31 de Maio de 2010

 

 

* * *

.

 

 

* * *

 

 

 

Já gastámos as palavras pela rua, meu amor,
e o que nos ficou não chega
para afastar o frio de quatro paredes.
Gastámos tudo menos o silêncio.
Gastámos os olhos com o sal das lágrimas,
gastámos as mão à força de as apertarmos,
gastámos o relógio e as pedras das esquinas
em esperas inúteis.

Meto as mãos nas algibeiras
e não encontro nada.
Antigamente tínhamos tanto para dar um ao outro!
Era como se todas as coisas fossem minhas:
quanto mais te dava mais tinha para te dar.

Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes!
e eu acreditava.
Acreditava,
porque ao teu lado
todas as coisas eram possíveis.
Mas isso era no tempo dos segredos,
no tempo em que o teu corpo era um aquário,
no tempo em que os meus olhos
eram peixes verdes.
Hoje são apenas os meus olhos.
É pouco, mas é verdade,
uns olhos como todos os outros.

Já gastámos as palavras.
Quando agora digo: meu amor...,
já se não passa absolutamente nada.
E no entanto, antes das palavras gastas,
tenho a certeza
de que todas as coisas estremeciam
só de murmurar o teu nome
no silêncio do meu coração.
Não temos já nada para dar.
Dentro de ti
não há nada que me peça água.
O passado é inútil como um trapo.
E já te disse: as palavras estão gastas.

 

Adeus.


 

Eugénio de Andrade, Adeus

 

 

*Julee Cruise - Into The Night*

 

 



 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 15:17
link do post | comentar | favorito!

Segunda-feira, 24 de Maio de 2010

 

 

 

* * *

 

HOLD ME NOW, OH HOLD ME NOW

 

 

* * *

 

 

 

Deve estar para breve a estreia do filme

Van Diemen's Land em Portugal.

 

 

Relata a história de Alexander Pearce (Oscar Redding), um Australiano criminoso.

Em 1822 Alexander e sete amigos seus, escapam da prisão de Macquarie Harbour,um lugar onde os prisioneiros

são altamente punidos. Mas fora da prisão descobre um mundo ainda menos aceitável e a esperança de se inserir na sociedade começa a desaparecer...

 

 

Por enquanto, cá fica o tema com o mesmo nome, dos U2.

Um tema do qual sempre gostei bastante.

Interpretado não por Bono, mas por The Edge.

 

 

* * *

 

 Rare U2 The Edge Van diemen's land Live 1990

 

 

* * *

 

Hold me now, oh hold me now
Till this hour has gone around
And I'm gone on the rising tide
For to face Van Diemen's land

It's a bitter pill I swallow here
To be rent from one so dear
We fought for justice and not for gain
But the magistrate sent me away

Now kings will rule and the poor will toil
And tear their hands as they tear the soil
But a day will come in this dawning age
When an honest man sees an honest wage

Hold me now, oh hold me now
Till this hour has gone around
And I'm gone on the rising tide
For to face Van Dieman's land

Still the gunman rules and Widows pay
A scarlett coat now a black beret
They thought that blood and sacrifice
Could out of death bring forth a life

 

 

U2, Van Dieman's Land

 

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 08:30
link do post | comentar | favorito!

Quarta-feira, 19 de Maio de 2010

 

 

* * *

 

 

 

* * *

 

Quem é esta mulher,
a sempre triste,
que vive no meu coração?
Quis conquistá-la mas não consegui.

Adornei-a com grinaldas
e cantei em seu louvor...
Por um momento
bailou o sorriso no seu rosto,
mas logo se desvaneceu.

E disse-me cheia de pena:
— A minha alegria não está em ti.

Comprei-lhe argolas preciosas,
abanei-a
com leques recamados de diamantes,
deitei-a em cama de oiro ...
Bateu as pálpebras
como um relâmpago de alegria
que logo se apagou.

E disse-me cheia de pena:
— Não está nessas coisas a minha alegria.

Sentei-a num carro de triunfo,
e passeei-a por toda a terra.
Milhares de corações conquistados
caíram humildes a seus pés,
e as aclamações reboaram pelo céu...
Durante um momento
brilhou o orgulho nos seus olhos,
mas logo se desfez em lágrimas.

E disse cheia de pena:
— Não está na vitória a minha alegria..

Perguntei-lhe:
— Que queres então?
Respondeu-me:
— Espero alguém
que não sei como se chama.
Depois calou-se.

E passa os dias a dizer cheia de pena:
— Quando virá o amado desconhecido?
Quando o conhecerei para sempre?

 

 

Rabindranath Tagore

À Espera do Amado Desconhecido in "O Coração da Primavera"


 

* Simone - Quem é Você *


 

publicado por Cleópatra M.P. às 21:58
link do post | comentar | favorito!

 

 

* * *

 

 

AOS AMORES PERDIDOS.jpg

 

 

 

* * *

 

 

Eu sei, tudo pode acontecer
Eu sei, nosso amor não vai morrer
Vou pedir, aos céus, você aqui comigo
Vou jogar, no mar, flores pra te encontrar

Não sei, porque você disse adeus
Guardei, o beijo que você me deu
Vou pedir, aos céus, você aqui comigo
Vou jogar, no mar, flores pra te encontrar

You say good-bye, and I say hello
You say good-bye, and I say hello
Ohohoh
Yeah yeah yeah yeah

Não sei, porque você disse adeus
Guardei, o beijo que você me deu
Vou pedir, aos céus, você aqui comigo
Vou jogar, no mar, flores pra te encontrar

you say good bye and I say hello
you say good bye and I say hello
ohohoh
Yeah yeah yeah yeah

.

.

 

 

Serginho Moah e Fernando Pezão

(Papas da Língua)

 

.

 

* * *

 

 

*Papas da Língua - Eu Sei*

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 00:00
link do post | comentar | favorito!

Sexta-feira, 14 de Maio de 2010
 

 

 

* * *

 

CÂNTICO DA ESPERANÇA.jpeg.

 

* * *

 

Não peça eu nunca
para me ver livre de perigos,
mas coragem para afrontá-los.

Não queira eu
que se apaguem as minhas dores,
mas que saiba dominá-las
no meu coração.

Não procure eu amigos
no campo da batalha da vida,
mas ter forças dentro de mim.

Não deseje eu ansiosamente
ser salvo,
mas ter esperança
para conquistar pacientemente
a minha liberdade.

Não seja eu tão cobarde, Senhor,
que deseje a tua misericórdia
no meu triunfo,
mas apertar a tua mão
no meu fracasso!

 


Rabindranath Tagore

 Cântico da Esperança in "O Coração da Primavera"

 

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 23:47
link do post | comentar | favorito!

Terça-feira, 4 de Maio de 2010

 

 

"

I'll see you on the dark side of the moon

"I can't think of anything to say except...


I think it's marvellous! HaHaHa!"

 

"


Pink Floyd, Brain Damage

 

 

* * *

 

* * *


* Pink Floyd - Brain Damage *

 

 


publicado por Cleópatra M.P. às 00:30
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito!

Quinta-feira, 15 de Abril de 2010

 

 

* * *

 

MEDO DE AMAR.jpg

 

 

 

                                 * * *

            

 

 

 

"Temer o amor é temer a vida e os que

 

temem a vida já estão meio mortos."

 

 

Bertrand Russell

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 19:58
link do post | comentar | favorito!

Quarta-feira, 7 de Abril de 2010

 

 

 

 

* * *

 

SEM TI, À TUA ESPERA

 

 

* * *

 

 

 


Ypey - Without You

 

 

 

* * *

 

Disse-me baixinho:
— Meu amor, olha-me nos olhos.
Ralhei-lhe, duramente, e disse-lhe:
— Vai-te embora.
Mas ele não foi.
Chegou ao pé de mim e agarrou-me as mãos...
Eu disse-lhe:
— Deixa-me.
Mas ele não deixou.

Encostou a cara ao meu ouvido.
Afastei-me um pouco,
fiquei a olhá-lo e disse-lhe:
— Não tens vergonha? Nem se moveu.
Os seus lábios roçaram a minha face.
Estremeci e disse-lhe:
— Como te atreves?
Mas ele não se envergonhou.

Prendeu-me uma flor no cabelo.
Eu disse-lhe:
— É inútil.
Mas ele não fez caso.
Tirou-me a grinalda do pescoço
e abalou.
Continuo a chorar,
e pergunto ao meu coração:

Porque é que ele não volta?

.

.

.

 

 

Rabindranath Tagore

À Espera do Amado in "O Coração da Primavera"

 

 

 

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 00:00
link do post | comentar | favorito!

Terça-feira, 30 de Março de 2010

 

Redução de Armas Nucleares

 

* * *

 

 

 

 

A propósito do acordo a que chegaram os Estados Unidos e a Rússia sobre um novo tratado para a redução das armas nucleares, e que deverá ser assinado em Praga no próximo mês.

 

 

LER AQUI

 

 


 

LER NOTÍCIA AQUI

 

 

 

* * *

 

Nova ESPERANÇA?

 

Cleo

 


 

publicado por Cleópatra M.P. às 13:35
link do post | comentar | favorito!

Abril 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
27

28
29
30


Tradutor | Translator
Free counters!