Sexta-feira, 4 de Abril de 2014

 

 

 

* * *

 

UNTIL THE END OF TIME

 

 

* * *

 

 

"Love me

Until the end of time

As you grab my hand
Time slows down and stops

As I hold you tight
I wish we could be like this forever

‘cos all the time we have
We’ll share it
You and I
Chasing life

And all the time we spend
Living life
You and I
I’m just asking you to

Love me
Until the end of time

As you loose my hand
My world starts crumbling down

As I hold you tight
I know we will be like this forever

‘cos all the time we have
We’ll share it
You and i
Chasing life

‘cos all the time we spend
In this life
You and I
All I need comes from you

Love me
Until the end of time"

 

Secret Lie, Love Me Until the End of Time

 

 

* * *

 


Secret Lie, Love Me Until the End of Time

  

* * *

publicado por Cleópatra M.P. às 00:00
link do post | comentar | favorito!

Terça-feira, 6 de Agosto de 2013

 

 

* * *

 

IN SHADES OF GRAY - a great day for freedom

 

* * *

 

 

"Now life devalues day by day
As friends and neighbours turn away
And there's a change that, even with regret, cannot be undone"
 
Pink Floyd, A Great Day for Freedom
 
 
 

 David Gilmour, Pink Floyd - A Great Day For Freedom

 

 

"There was a wonderful moment of optimism when the Wall came down – the release of Eastern Europe from the non-democratic side of the socialist system. But what they have now doesn't seem to be much better. Again, I'm fairly pessimistic about it all. I sort of wish and live in hope, but I tend to think that history moves at a much slower pace than we think it does. I feel that real change takes a long, long time."

 

David Gilmour, "Sounds of Silence" interview, Guitar World, September 1994.

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 00:00
link do post | comentar | favorito!

Quarta-feira, 31 de Julho de 2013

 

 

 

* * *

MAIS UM DIA | JUST ANOTHER DAY

 

* * *

 

 

 

 Paul McCartney, Another Day
 
 
 
 
publicado por Cleópatra M.P. às 00:00
link do post | comentar | favorito!

Sábado, 11 de Maio de 2013

 

 

* * *

OUVIR ESTRELAS

 

* * *

 

 

 

"Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso!" E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las, muita vez desperto
E abro as janelas, pálido de espanto...

E conversamos toda a noite, enquanto
A via-láctea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.

Direis agora: "Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido
Tem o que dizem, quando estão contigo?"

E eu vos direi: "Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas."

 

 

Olavo Bilac

Poesias, Via-Láctea, 1888

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 00:00
link do post | comentar | favorito!

Sexta-feira, 10 de Maio de 2013

 

* * *

 

LEARNING

 

* * *

 

 

 

 

Life isn’t about waiting for the storm to pass,


 

it’s about learning to dance in the rain.

 


 

Vivian Greene

 

publicado por Cleópatra M.P. às 14:45
link do post | comentar | favorito!

 

 

* * *

NA NOITE DO SERTÃO

 

 

* * *

 

 

"Olho para o céu
Tantas estrelas dizendo da imensidão
Do universo em nós
A força desse amor
Nos invadiu...
Com ela veio a paz, toda beleza de sentir
Que para sempre uma estrela vai dizer
Simplesmente amo você...

Meu amor..
Vou lhe dizer
Quero você
Com a alegria de um pássaro
Em busca de outro verão
Na noite do sertão
Meu coração só quer bater por ti
Eu me coloco em tuas mãos
Para sentir todo o carinho que sonhei
Nós somos rainha e rei

Na noite do sertão
Meu coração só quer bater por ti
Eu me coloco em tuas mãos
Para sentir todo o carinho que sonhei
Nós somos rainha e rei

Olho para o céu
Tantas estrelas dizendo da imensidão
Do universo em nós
A força desse amor nos invadiu...
Então...
Veio a certeza de amar você..."

 

 

Caetano Veloso, Céu de Santo Amaro

 


 

FLÁVIO VENTURINI e CAETANO VELOSO || Céu De Santo Amaro
 
 
publicado por Cleópatra M.P. às 00:00
link do post | comentar | favorito!

Segunda-feira, 12 de Novembro de 2012

 

 

* * *

UNIVERSO SOU EU

 

* * *

 

 

"Eu sei que o meu desespero não interessa a ninguém.
Cada um tem o seu, pessoal e intransmissível:
com ele se entretém
e se julga intangível.
Eu sei que a Humanidade é mais gente do que eu,
sei que o Mundo é maior do que o bairro onde habito,
que o respirar de um só, mesmo que seja o meu,
não pesa num total que tende para infinito.
Eu sei que as dimensões impiedosos da Vida
ignoram todo o homem, dissolvem-no, e, contudo,
nesta insignificância, gratuita e desvalida,
Universo sou eu, com nebulosas e tudo."

 

 

Antonio Gedeão, Amostra sem Valor



publicado por Cleópatra M.P. às 00:00
link do post | comentar | favorito!

Sábado, 10 de Novembro de 2012

 

 

 

* * *

 

YOU DIDN'T HEAR ME THEN...

 

* * *

 

"First you break it up, but I knew you'd come running
You'd wanna make it up, I can't hear you no more

Now you know what it's like, and I can watch you begging
Like I was begging to you, like I did before

I can't hear you no more, I can't hear you no more, I won't come running again
I can't hear you no more, no it ain't like before, I'm learning to live again

Ain't I the one who called, when you stood so near me
You didn't hear me then, I can't hear you no more

Now you know what it's like, and I can watch you begging
Like I was begging to you, like I did before

I can't hear you no more, I can't hear you no more, I won't come running again
I can't hear you no more, no it ain't like before
I'm learning to live, learning to live, learning to live again

For too long you played a part, now it's lost the mystery
But no more can I hold on, I'm breaking the chains that tie me, yeah

I can't hear you no more, no it ain't like before
See me walk out the door, I can't hear you no more

I can't hear you no more, I can't hear you no more
I won't come running, I won't come running, I won't come running again

I can't hear you no more, no it ain't like before
See me walk out the door, I can't hear you no more

When you stood so near me, you couldn't even hear me - that's all I should say."

 

 

 

Gerry Goffin/Carole King, I Can't Hear You No More, 1964

 

 

 

* * *

 

 

 

Russ Ballard,  I Can't Hear You No More

 

 

* * *

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 00:00
link do post | comentar | favorito!

Sexta-feira, 9 de Novembro de 2012

 

 * * *


A CAMINHO DO SOL



* * *

 

uma escada em caracol
E que não tem corrimão.
Vai a caminho do Sol 
Mas nunca passa do chão.

Os degraus, quanto mais altos, 
Mais estragados estão,
Nem sustos nem sobressaltos
servem sequer de lição.

Quem tem medo não a sobe
Quem tem sonhos também não.
Há quem chegue a deitar fora 
O lastro do coração.


Sobe-se numa corrida. 
Corre-se p'rigos em vão.
Adivinhaste: é a vida
A escada sem corrimão."



David Mourão Ferreira, Escada em Caracol



publicado por Cleópatra M.P. às 00:00
link do post | comentar | favorito!

Quinta-feira, 8 de Novembro de 2012


* * *

 

É TER CÁ DENTRO UM ASTRO QUE FLAMEJA

 



* * * 

"Ser poeta é ser mais alto, é ser maior

Do que os homens! Morder como quem beija!

É ser mendigo e dar como quem seja

Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!

 

É ter de mil desejos o esplendor

E não saber sequer que se deseja!

É ter cá dentro um astro que flameja,

É ter garras e asas de condor!

 

É ter fome, é ter sede de Infinito!

Por elmo, as manhãs de oiro e cetim…

É condensar o mundo num só grito!

 

E é amar-te, assim, perdidamente…

É seres alma e sangue e vida em mim

E dizê-lo cantando a toda a gente!"

 


Florbela Espanca, Ser Poeta 



publicado por Cleópatra M.P. às 00:00
link do post | comentar | favorito!

Terça-feira, 30 de Outubro de 2012

 

 

 

* * *

 

O ENTENDIMENTO DAS ALMAS

 

 

* * *

 

 

"As almas têm um modo especial de se entenderem, de entrarem em intimidade, de se tratarem, até, por tu, enquanto as pessoas ainda se sentem embaraçadas com o comércio das palavras, na escravidão das exigências sociais. As almas têm necessidades próprias e aspirações próprias, que o corpo finge não reconhecer quando se vê impossibilitado de as satisfazer a de as traduzir em acções. E de todas as vezes que duas pessoas comunicam entre si desta maneira, apenas como almas, se encontram a sós num qualquer lugar, experimentam uma perturbação angustiosa e quase um repúdio violento de todo e qualquer contacto material, um sofrimento que os afasta e que cessa de imediato logo que intervém uma terceira pessoa. Então, desvanecida a angústia, as duas almas aliviadas buscam-se reciprocamente e voltam a sorrir uma para a outra."

 

 

Luigi Pirandello

 

 



publicado por Cleópatra M.P. às 00:00
link do post | comentar | favorito!

Terça-feira, 9 de Outubro de 2012

 

[it´s time to letting you go...]

 

 

* * *

A SONG FOR YOU

 

* * *

 

"

(...)


You taught me precious secrets of the truth witholding nothing
You came out in front and I was hiding
But now I'm so much better and if my words don't come together
Listen to the melody cause my love is in there hiding

 

(...)


I love you in a place where there's no space or time
I love you for in my life you are a friend of mine
And when my life is over
Remember when we were together
We were alone and I was singing this song for you

 

(...)

 

"

 Leon Russell, A Song For You

 

 

 

* * *

 Simply Red - A Song For You

* * *

 

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 00:00
link do post | comentar | favorito!

Segunda-feira, 8 de Outubro de 2012

 

 

* * *

 

AZUL. LIBERDADE

 

 

* * *

 

"Ainda que eu falasse línguas,

as dos homens e dos anjos,

se não tivesse amor,

seria como sino ruidoso

ou como um címbalo estridente.   

 

Ainda que tivesse o dom

da profecia,

 o conhecimento de todos

os mistérios e de toda a ciência,

ainda que tivesse toda a fé,

a ponto de transportar montanhas,

 se não tivesse amor,

nada seria.

 

Ainda que distribuísse

todos os meus bens aos famintos,

ainda que entregasse

o meu corpo às chamas,

 se não tivesse amor,

nada disso me adiantaria.

 

O amor é paciente,

o amor é prestativo;

não é invejoso, não se ostenta,

não se incha de orgulho.

 

Nada faz de inconveniente,

não procura o seu próprio interesse,

não se irrita,

não guarda rancor.

 

Não se alegra com a injustiça,

mas regozija-se com a verdade.

 

Tudo desculpa, tudo crê,

tudo espera, tudo suporta.

 

O amor jamais passará.

As profecias desaparecerão,

as línguas cessarão,

a ciência também desaparecerá.

 

Pois o nosso conhecimento

é limitado;

limitada é também a nossa profecia.

 

Mas, quando vier a perfeição,

desaparecerá o que é limitado.

 

Quando eu era criança,

falava como criança,

pensava como criança,

raciocinava como criança.

Depois que me tornei adulto,

deixei o que era próprio de criança.

 

Agora vemos como em espelho

e de maneira confusa;

mas depois veremos face a face.

Agora o meuconhecimento

é limitado,

mas depois conhecerei

como sou conhecido."

 

Agora, portanto,

permanecem estas três coisas:

a fé, a esperança e o amor.

A maior delas, porém, é o amor."

 

 

Excerto do filme Azul

[Primeira Epístola aos Coríntios]

 

 

 

* * *

 
AZUL. LIBERDADE 2

 

 

* * *

 


 

* * *

 

 

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 00:00
link do post | comentar | favorito!

Segunda-feira, 1 de Outubro de 2012

 

 

 

* * *

 

SOMETIMES...

 

* * *

 

 

 

We don’t always need advice. 

 

 

Sometimes all we need is a hand to hold,

 

an ear to listen,

 

and a heart to understand.

 

 

 

Marc and Angel Hack Life

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 00:00
link do post | comentar | favorito!

Quinta-feira, 14 de Junho de 2012

 

 

* * *

 

YES I DID IT

 

* * *

 

 

Yes, I did it.

 

I wrote it!

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 10:02
link do post | comentar | favorito!

Domingo, 1 de Abril de 2012

 

 

* * *

TERRA DE VAN DIEMEN - TASMANIA

 

* * *

 

 

Hold me now, oh hold me now
Till this hour has gone around
And I'm gone on the rising tide
For to face Van Diemen's land

It's a bitter pill I swallow here
To be rent from one so dear
We fought for justice and not for gain
But the magistrate sent me away

Now kings will rule and the poor will toil
And tear their hands as they tear the soil
But a day will come in this dawning age
When an honest man sees an honest wage

Hold me now, oh hold me now
Till this hour has gone around
And I'm gone on the rising tide
For to face Van Dieman's land

Still the gunman rules and Widows pay
A scarlett coat now a black beret
They thought that blood and sacrifice
Could out of death bring forth a life

 

Van diemen's Land, U2

 

 

 


U2-Van Diemen's Land

 

 

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 00:00
link do post | comentar | favorito!

Domingo, 25 de Março de 2012
  
 

* * *

 

 

 

 

* * *

 

 

Believe I wish you no distress
  I wish you only well

 

I only sensed
  That my heart as to move on

 

I feel so ugly, shy
  Perhaps I should hold back
  And force me on to lie

 

Foolish love
  Soon will fall apart
  Why can't ease
  For a sleepless heart

 

To look at you could ease my pain
  Could be enough for me

 

I've lost myself
  As we lost one another

 

I wonder if you know
  The way you reached my heart
  And touched my alien soul

 

Foolish love
  Soon will fall apart
  Why can't ease
  For a sleepless heart

 

Now

 

Foolish love
  Soon will fall apart
  Why can't ease
  For a sleepless heart

 

Now

 

Soon

 

Foolish love
  Soon will fall apart

 

 

Rodrigo Leão

 

 

*

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 22:09
link do post | comentar | favorito!

Quinta-feira, 1 de Março de 2012

 

 

'Take your passion
.

and make it happen.
.

Pictures come alive,

.

you can dance right through your life.'

 

 

* * *

 

 

 

* * *

 

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 19:53
link do post | comentar | favorito!

Terça-feira, 31 de Janeiro de 2012
 
*FILTRO*SOLAR*
*
Sunscreen de Baz Luhrmann.
 
 
Medicamento eficaz e não sujeito a receita médica.
 
Modo de utilização:
Ouvir pelo menos duas vezes por dia, 
de preferência ao acordar e final da tarde.
Após as duas primeiras semanas de
tratamento, e daí em diante,
ouvir uma vez por dia de preferência ao acordar.
 
Contra indicações:
Não tem.
 
Idade de utilização:
Todas as idades, incluindo crianças.
 
Eficácia:
G a r a n t i d a !
 
 
* * *
 
 
* * *
  
* * *

 

 
publicado por Cleópatra M.P. às 20:46
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito!

Terça-feira, 24 de Janeiro de 2012

 

 

* * *

ALMA IMENSA

 

* * *

 

 

 "Por vezes não se morre por ter-se a alma


pequena, mas morre-se sim quando a alma

 

é demasiado grande para tanta desigualdade

 

no enquadramento do mundo."

 

 

 
Padre António Vieira (1608-1697)

 

publicado por Cleópatra M.P. às 01:30
link do post | comentar | favorito!

Abril 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
27

28
29
30


Tradutor | Translator
Free counters!