Quinta-feira, 31 de Dezembro de 2009

 

 

* * *

"Abrindo os seus dois olhos [Rá, o deus Sol] lançou a luz sobre o Egipto, separou a noite do dia. Os deuses saíram da sua boca e a humanidade dos seus olhos. Todas as coisas nasceram dele, da criança que brilha no lótus e cujos raios fazem com que todos os seres vivam."

 

Cântico do Egipto Ptolomaico

 

* * *

 

* * *

 

"Deus pode criar partículas de matéria de diversos tamanhos e aspectos... e talvez de diversas densidades e forças, e, assim, alterar as leis da natureza e criar mundos de diversos tipos em diversas partes do universo. Pelo menos, nada vejo que possa contrariar tudo isto."

 

Isaac Newton, Óptica

 

* * *

 

"Tínhamos o céu, por cima de nós, constelado de estrelas e costumávamos deitar-nos de costas a olhar para elas e discutíamos se elas tinham sido feitas, ou tinham simplesmente aparecido"

 

Mark Twain, Huckleberry Finn

 

* * *

 

"Tenho... uma terrível necessidade... devo dizer a palavra?... de religião. Então, saio de noite e pinto as estrelas"

 

Vincent van Gogh

 

* * *

 

 

 

* * *

 

"Existem vários mundos ou há apenas um? Esta é uma das mais nobres e exaltantes questões do estudo da natureza."

 

Alberto Magno, século XIII

 

* * *

 

"Amámos demasiado as estrelas para recearmos a noite."

 

Epitáfio tumular de dois

astrónomos amadores

 

* * *

 

publicado por Cleópatra M.P. às 10:58
link do post | comentar | favorito!

Quarta-feira, 30 de Dezembro de 2009

 

Schwere Träume

* * *

Uma adaptação do Quarto Movimento da Quinta Sinfonia de Mahler, interpretada pela soprano Sarah Brightman.

 


 

* * *

Aqui fica a letra do tema. Deixo ao critério de cada um traduzi-lo ou não! Só digo que poderá valer a pena traduzir! (Vale mesmo...)

 

* * *

 

Schwere Träume

 

Siehst Du am Morgen
die schweren Träume
sie wachen über uns beide
Und tief verborgen
in unsrer Sehnsucht sind
sie wirklich wahr

Hörst Du am Abend
das laute Lachen
als wir noch frei und glücklich waren
In unsren Armen
ist es geboren und
unantastbar

Was ist die Erde
was ist der Mond
wenn keine Liebe
in uns wohnt
Sind wir verloren
oder bleibt in Dir
ein Stück von mir

Siehst Du am Morgen
die schweren Träume
sie wachen über uns beide
Und tief verborgen
in unsrer Sehnsucht sind
sie wirklich wahr

 

* * *

 

Cleo

publicado por Cleópatra M.P. às 01:12
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito!

Terça-feira, 29 de Dezembro de 2009

 

 

Há quanto tempo não ouvia este tema de Jules Massenet... ouvia-o tanto em criança...

 

Coloquei o CD, ouvi... lembrei... meditei!

 

Assim que acabei acabei de o ouvir (4 vezes seguidas, confesso) fui procura-lo na internet para o colocar aqui.

A versão que aqui apresento é interpretada por Zamfir, em flauta de pan.

 

 

 

Thaïs é uma ópera em três actos baseada no romance de Anatole France tendo sido apresentada pela primeira vez no teatro da Ópera de Paris em 1894.

Tem como cenário de acontecimentos o Egipto da época romana, e conta a história de um monge (Athanaël) que tenta converter Thaïs, uma cortesã de Alexandria, à Cristandade, porém sem êxito.

 

A meditação, é a passagem mais famosa e mais conhecida da ópera. É executada como interlúdio entre duas cenas do segundo acto, e é executada normalmente como peça de concerto, fazendo parte do repertório clássico tradicional.

 

Espero que gostem!


Cleo


publicado por Cleópatra M.P. às 02:28
link do post | comentar | favorito!

Segunda-feira, 28 de Dezembro de 2009

 

Mary Bryant é a verdadeira história de uma jovem e sua luta para conquistar a liberdade e a dignidade de sua família na pequena colónia de Botany Bay, na costa do Oceano Pacífico - Austrália.

 

 
 
* * *
 
 
No final do século XVIII, milhares de condenados foram transportados para a colónia penal britânica de Botany Bay, na Austrália. Apenas um deles teve a coragem necessária para esboçar uma fuga bem sucedida. Esta é a sua inspiradora história. Tudo começa em Inglaterra, em 1786, quando Mary, de 21 anos, é presa por roubo, sendo enviada, com centenas de outros prisioneiros, para uma nova colónia penal na Austrália, numa viagem que durará mais de 250 dias, em barco prisional, durante os quais lhe nasceu uma filha, casou com um outro prisioneiro e sonhou com a sua libertação!
 

 

* * *

 

Esta história de vida, serviu também de inspiração a Lesley Pierce, que a contou no livro Nunca me Esqueças. Recomendo. Aliás, li o livro assim que foi editado em Portugal e só no fim de semana passado assisti, no Canal 2, à série televisiva. Desconhecia que a televisão Australiana tinha feito esta série em 2005. Posso adiantar que, apesar de ter gostado da mini-série (4 episódios), o livro é bastante mais interessante e 'prende-nos' à história de tal forma que nos sentimos por vezes em Botany Bay... ou então, à deriva no mar sob um Sol escaldante e mortal... ...

 

 

 * * *

 

* * *

 

 

Até onde iria por amor?

"Num dia…
Com um gesto apenas…
A vida de Mary mudou para sempre.
Naquele que seria o dia mais decisivo da sua vida, Mary – filha de humildes pescadores da Cornualha – traçou o seu destino ao roubar um chapéu.
O seu castigo: a forca.
A sua única alternativa: recomeçar a vida no outro lado do mundo.
Dividida entre o sonho de começar de novo e o terror de não sobreviver a tão dura viagem, Mary ruma à Austrália, à época uma colónia de condenados. O novo continente revela-se um enorme desafio onde tudo é desconhecido… como desconhecida é a assombrosa sensação de encontrar o grande amor da sua vida. Apaixonada, Mary vai bater-se pelos seus sonhos sem reservas ou hesitações. E a sua luta ficará para sempre inscrita na História.
Inspirada por uma excepcional história verídica, Lesley Pearse apresenta-nos Mary Broad e, com ela, faz-nos embarcar numa montanha-russa de emoções únicas e inesquecíveis."

 

* * *
Fica a sugestão!


Cleo

publicado por Cleópatra M.P. às 20:32
link do post | comentar | favorito!

 

 

 

PÁSSAROS FERIDOS 1.gif

 

 

 

Um livro que li pela primeira vez há mais de dez anos, e que ainda faz parte dos meus 'livros de cabeceira'. Volta e meia, lá pego nele outra vez, outra, outra e mais uma ainda, abro à sorte e leio até ficar sem 'sede' deste livro por aquele dia...

 

* * *

"Existe uma lenda acerca de um pássaro que só canta uma vez na vida, com mais suavidade que qualquer outra criatura sobre a Terra. A partir do momento em que deixa o ninho, começa a procurar um espinheiro, e só descansa quando o encontra. Depois, cantando entre os galhos selvagens, empala-se no acúleo mais agudo e comprido. E, morrendo, sublima a própria agonia e solta um canto mais belo que o da cotovia e o do rouxinol. Um canto superlativo, cujo preço é a existência. Mas o mundo inteiro pára para ouvi-lo, e Deus sorri no céu. Pois o melhor só se adquire à custa de um grande sofrimento... Pelo menos é o que diz a lenda."

* * *

 

 

PÁSSAROS FERIDOS 2.gif


 

 

"O pássaro com o espinho cravado no peito segue uma lei imutável; impelido por ela, não sabe o que é empalar-se, e morre cantando. No instante em que o espinho penetra, não há nele consciência do morrer futuro; limita-se a cantar e canta até que não lhe sobra vida para emitir uma única nota. Mas nós, quando enfiamos os espinhos no peito, nós sabemos, compreendemos. E assim mesmo fazemo-lo."

 

* * *

Recomendo vivamente a leitura deste livro.


Cleo

 

publicado por Cleópatra M.P. às 03:04
link do post | comentar | favorito!

Domingo, 27 de Dezembro de 2009

 



Touch my hand, it's all in me, listen

I'm here, come to stand in sultry fields with you

 

* * *

Hold a minute and stop for a minute

And go, oh, oh, hold a minute

You said to me, said to me and

Breath, breath, breath, breath, breath

You said it to me sometime later.

 

* * *

publicado por Cleópatra M.P. às 14:36
link do post | comentar | favorito!

Sábado, 26 de Dezembro de 2009

 

 

Parece que afinal ainda não foi desta vez.

 

Em Hopenhagen, deixaram caír o Hope...

 

Quando se começa a perder a esperança, perdem-se tantas coisas mais...

Vai ser muito difícil chegar-se, um dia, a um acordo efectivo nesta matéria.

 

Quando se trata de uma decisão em massa, o Ser Humano não é por natureza um 'animal' que celebre facilmente acordos!

 

Cleo

publicado por Cleópatra M.P. às 11:03
link do post | comentar | favorito!

Quinta-feira, 24 de Dezembro de 2009

 

* * *

... e o meu desejo é que TODOS tenham Natal...

 

* * *

 

 

 

* * *

 

 

 

Tudo de bom,


Cleo


* * *

publicado por Cleópatra M.P. às 00:34
link do post | comentar | favorito!

Segunda-feira, 21 de Dezembro de 2009

 

Hoje começa o Solstício de Inverno! Tem inicio às 17h47m.

Este instante marca o início do Inverno (no Hemisfério Norte).

É a Estação mais fria do ano e prolongar-se-á por 88,99 dias até ao próximo Equinócio (de Primavera) que ocorrerá no dia 20 de Março de 2010 às 17h32m.

 

Hoje é também o dia mais pequeno do ano, e consequentemente terá a noite mais longa. Amanhã os dias já começam a crescer, devagarinho, até ao Solstício de Verão que marcará o dia mais longo do ano.

 

 

Um Simples Pensamento

 

É a música, este romper do escuro.

Vem de longe, certamente de outros dias,

doutros lugares. talvez tenha sido

a semente de um choupo, o riso

de uma criança, o pulo de um pardal.

Qualquer coisa em que ninguém

sequer reparou, que deixou de ser

para se tornar melodia. Trazida

por um vento pequeno, um sopro,

ou pouco mais, para tua alegria.

E agora demora-se, este sol materno,

fica contigo o resto dos dias.

Como o lume, ao chegar o inverno.

 

Eugénio de Andrade, Os sulcos da Sede

 

 

Cleo


publicado por Cleópatra M.P. às 10:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito!

Quinta-feira, 17 de Dezembro de 2009

 

De madrugada, um sismo de magnitude média abalou Portugal. Foi sentido também em Espanha e Marrocos. Eu, que estive acordada toda a noite, porque ainda estou com o ritmo de sono trocado, não senti nada cá no Porto... mas de facto, por volta da 1h comecei a ouvir cães que estavam muito impacientes e ladravam quase em coro! E os pequenos pássaros, apesar do frio, andavam num alvoroço. Pensei logo que situações destas habitualmente ocorrem pouco antes de um sismo. Mas de facto, não o senti. Só soube hoje ao fim da manhã ao ler as notícias. Lembrei-me logo dos cães e dos pássaros...

 

 

 

Aliás, o país tem andado a tremer há bastante tempo. Mas desta vez, Portugal foi abalado pela Mãe Natureza (e com um dedito de São Vicente...)!

A façanha não teve a intervenção de nenhum político, nem de nenhum escândalo político/económico. Até é estranho, não? Mas é verdade: Portugal tremeu 'naturalmente'! Afinal, as actuais engrenagens política e económica ainda não são tão poderosas quanto julgam... ups... desculpem-me o devaneio...

 

"De acordo com dados do Instituto de Meteorologia de Portugal, o sismo registou 6,1 graus na escala de Richter (num total de 10), uma intensidade considerada média.

O epicentro deu-se no mar, a 30km de profundidade e a Oeste de Gibraltar, cerca de 185km a Oeste de Faro e 264km a Sudoeste de Lisboa.  Às 11:00 (em Portugal Continental) a actividade sísmica ainda ocorre.

De acordo com o responsável do IM, Adérito Serrão, "o sismo desta madrugada é o maior registado desde 1969", a cerca de 100 quilómetros do Cabo de São Vicente, no Algarve, mas "sem problemas a registar", reforçou.

 

O sismólogo Fernando Carrilho afirmou, por seu lado, que as "réplicas são normais" e que "tendem a diminuir quer em intensidade, quer em intervalos de tempo".

 

O sismo foi registado pela rede de 40 equipamentos distribuídos por todo o território nacional, e teve uma "duração aproximada de três minutos", concluiu o sismólogo.

 

De acordo com o European-Mediterranean Seismological Centre (Centro Sismológico Euro-Mediterrânico) e do U.S. Geological Survey (USGS, o instituto de geologia norte-americano), o abalo deu-se exactamente às 01:37:47h e teve uma magnitude um pouco mais baixa do que a avaliada pelo Instituto de Meteorologia: 5,7 na escala de Richter.

 

Já o Instituto de Sismologia de Espanha avaliou em 6,3 na escala de Richter a intensidade do abalo sísmico."

VER NOTÍCIA COMPLETA AQUI

http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1449732

 

VER  TAMBÉM AQUI

http://www.meteo.pt/pt/sismologia/actividade/

Categorias:
publicado por Cleópatra M.P. às 15:00
link do post | comentar | favorito!

Segunda-feira, 7 de Dezembro de 2009

 

Começa hoje a Cimeira Climática da ONU, em Copenhaga.

Será que desta vez o Planeta Terra vai ser levado a sério...?

 

 

VER AQUI

http://en.cop15.dk/

 

 

Categorias:
publicado por Cleópatra M.P. às 00:05
link do post | comentar | favorito!

Domingo, 6 de Dezembro de 2009

 

Hoje acrescento mais uma vela ao bolo de aniversário!

E estes são os presentes que ofereço a mim própria. Uma vez que gosto de mim e passo muito tempo comigo, parece-me que devo oferecer-me algumas coisas de que gosto! ;-))

 

A primeira prenda de aniversário: AUSTRÁLIA!!!

A minha querida Austrália!

 

Aqui, a Uluru dos Aborígenes, ou Ayers Rock como lhes chamamos 'nós'. O centro vermelho.

 

HAPY BIRTHDAY TO ME 1.jpg

 

Os Aborígenes australianos, o 'Povo Verdadeiro', consideram estranho nós os 'Mutantes' celebrarmos o dia do nosso aniversário. 'Para quê e porquê?' perguntam eles. 'Vocês tornam-se seres humanos melhores só pelo simples facto de terem mais um ano?'. É que para eles, a quem nem interessa muito saber o dia do aniversário, o que faz sentido comemorar são os momentos em que cada um fez algo ou atingiu algum patamar do Ser que o torna alguém melhor do que era antes.

E este ano, além de ser o dia do meu aniversário, também comemoro à boa maneira do 'Povo Verdadeiro', pois dadas as circunstâncias dos últimos tempos, eu tornei-me num Ser Humano melhor.

 

 

Agora, a Casa da Ópera de Sydney.

Inaugurada precisamente no dia em que eu nasci...

 

 

Deixando os antípodas, a minha segunda prenda de aniversário: ÁFRICA ORIENTAL!

A minha querida África Oriental...

Que aqui represento pelo meu filme preferido, "Out of Africa" - "África Minha". (Que eu já vi mais de vinte vezes.. eu sei... é uma loucura... eu sei... acreditem que sei..)

 

 

 

Por fim, uma prenda musical: J.S. BACH - "AIR"

Um dos meus temas clássicos preferidos. Uma maravilha da arte musical.

'Air' - 2º movimento da Suite para Orquestra Nº 3 em D maior

 

 

 

... e o mesmo tema em Jazz. Saxofone Soprano.

 

 

 

Hummm!!! Festejar à boa maneira Aborígene, sabe bem melhor!

Estes presentes são também para vocês.

Espero que gostem! ;-)

 

 

Cleo


Categorias:
publicado por Cleópatra M.P. às 00:30
link do post | comentar | favorito!

Sexta-feira, 4 de Dezembro de 2009

 

 

Se me lembro! Como poderia esquecer?

Aquele Verão 'Candy Candy', como habitualmente me lembro dele... e assim ficou o nome.

Acordava de manhã bem cedo para ir trabalhar e deixava-te a dormir com um beijo. Tu, meio ensonado, dizias sempre "conduz devagar. Promete que conduzes devagar". E eu prometia ter cuidado... ir devagar nem sempre era possível.

Entrava no carro, ainda com os meus longos cabelos húmidos do banho, com o Sol nascido poucos minutos antes, já uma brisa quente no 'ar' e colocava logo o CD para ouvir 'Candy'... repeat... repeat... repeat...

'Candy Candy', Verão Feliz!

 

Cleo


publicado por Cleópatra M.P. às 23:06
link do post | comentar | favorito!

Quarta-feira, 2 de Dezembro de 2009

 

 

 

 

1804. Napoleão Bonaparte foi coroado Imperador, na Igreja de Notre Dame de Paris.

 

1805. Napoleão Bonaparte derrotou um exército russo-austríaco em Austerlitz, na Morávia checa.

 

1823. O presidente dos Estados Unidos, James Monroe apresentou a «Doutrina Monroe» na sua mensagem anual ao Congresso. A doutrina defendia que os Estados Unidos deviam impedir qualquer nova tentativa europeia de colonização na América, afirmando que: «... devemos considerar qualquer tentativa de alargamento do seu sistema [colonial] a qualquer parte deste hemisfério como perigosa para a nossa paz e segurança ...»

 

1852. O Segundo Império foi proclamado em França, sendo Napoleão III, sobrinho de Napoleão Bonaparte, nomeado imperador.

 

1859. Nascimento do pintor francês Georges Seurat (1859-1891), em Paris. Foi um dos fundadores do movimento neo-impressionista em finais do século XIX.

 

1942. Uma equipa de físicos realizou a primeira reacção nuclear em cadeia, durante uma experiência na Universidade de Chicago, nos Estados Unidos da América.

 

1971. Criação dos Emiratos Árabes Unidos, pela reunião de sete monarquias árabes da costa oriental da Península Arábica: Abu Dhabi, Dubai, Sharjah, Ajman, Umm al Qaiwain, Fujairah e, posteriormente em 1972, Ras al-Khaimah.

 

 

(Imagens: Georges Seurat - 1. The Gardener;

2. Seated Boy With Straw Hat Small; 3. Seated Woman)

 

 

Categorias:
publicado por Cleópatra M.P. às 15:49
link do post | comentar | favorito!

Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
18
19

20
22
23
25



Tradutor | Translator
Free counters!