Segunda-feira, 28 de Dezembro de 2009

 

 

 

PÁSSAROS FERIDOS 1.gif

 

 

 

Um livro que li pela primeira vez há mais de dez anos, e que ainda faz parte dos meus 'livros de cabeceira'. Volta e meia, lá pego nele outra vez, outra, outra e mais uma ainda, abro à sorte e leio até ficar sem 'sede' deste livro por aquele dia...

 

* * *

"Existe uma lenda acerca de um pássaro que só canta uma vez na vida, com mais suavidade que qualquer outra criatura sobre a Terra. A partir do momento em que deixa o ninho, começa a procurar um espinheiro, e só descansa quando o encontra. Depois, cantando entre os galhos selvagens, empala-se no acúleo mais agudo e comprido. E, morrendo, sublima a própria agonia e solta um canto mais belo que o da cotovia e o do rouxinol. Um canto superlativo, cujo preço é a existência. Mas o mundo inteiro pára para ouvi-lo, e Deus sorri no céu. Pois o melhor só se adquire à custa de um grande sofrimento... Pelo menos é o que diz a lenda."

* * *

 

 

PÁSSAROS FERIDOS 2.gif


 

 

"O pássaro com o espinho cravado no peito segue uma lei imutável; impelido por ela, não sabe o que é empalar-se, e morre cantando. No instante em que o espinho penetra, não há nele consciência do morrer futuro; limita-se a cantar e canta até que não lhe sobra vida para emitir uma única nota. Mas nós, quando enfiamos os espinhos no peito, nós sabemos, compreendemos. E assim mesmo fazemo-lo."

 

* * *

Recomendo vivamente a leitura deste livro.


Cleo

 

publicado por Cleópatra M.P. às 03:04
link do post | comentar | favorito!

Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
18
19

20
22
23
25



Tradutor | Translator
Free counters!