Terça-feira, 30 de Junho de 2015

 

 

 

 

* * *

SEGUNDO INTERCALAR 2015 | LEAP SECOND 2015

 

 

* * *

 

 

De vez em quando, um segundo é adicionado ao Tempo Universal Coordenado (UTC), a fim de sincronizar os relógios atómicos com a rotação cada vez mais desacelerada da Terra.

 

 

Próximo “Segundo Intercalar” ocorrerá hoje, 30 de Junho de 2015, às 23:59:60 UTC.

 

Em Portugal (Continente e Arquipélago da Madeira) ocorrerá em 1

 

de Julho de 2015, 00:59:60 (UTC +1)

 

 

 *

 

 

Tempo Atómico vs.Tempo Universal:

 

Dois componentes são usados para determinar o Tempo Universal Coordenado (UTC):

 

  1. Tempo Atómico Internacional (TAI): A escala de tempo que combina os dados de cerca de 200 relógios atómicos de alta precisão em todo o mundo, e fornece a velocidade exacta para os nossos relógios.

 

  2. Tempo Universal (UT1), também conhecido como Tempo Astronómico, refere-se à rotação da Terra em torno do seu próprio eixo, que determina o período de um dia.

 

Quando a diferença entre TAI e UT1 se aproxima de 0,9 segundo, uma ordem é emitida pelo ‘Serviço Internacional de Sistemas de Referência e Rotação da Terra’ (IERS), em Paris, para adicionar um Segundo Intercalar (também designado Segundo de Salto) em todo o mundo.

 

 

 

Com que frequência são adicionados Segundos Intercalares?

 

Antes do primeiro Segundo Intercalar adicionado em 1972, o tempo UTC estava  10 segundos atrás de Tempo Atómico. Até agora, foram adicionados um total de 26 Segundos Intercalares. Isto significa que a Terra abrandou um adicional de 26 segundos em comparação com o tempo atómico desde então.

No entanto, isso não significa que os dias têm 25 segundos a mais hoje em dia. A única diferença é que os dias em que foi adicionado um Segundo Intercalar, têm a duração de 86401 segundos, em vez dos habituais 86400 segundos.

 

 

VER MAIS AQUI

 

 

* * *

 

 

Every now and then a leap second is added to Coordinated Universal Time (UTC) in order to synchronize atomic clocks with the Earth's ever slowing rotation.

 

 

Next leap second will occur today, 30 June 2015, 23:59:60 UTC.


In Portugal (Continent and Madeira Archipelago) it will occur at

 

1 July 2015, 00:59:60 (UTC+1)

 

 

*

 

 

Atomic Time vs. Universal Time:

 

Two components are used to determine Coordinated Universal Time (UTC):

 

   1. International Atomic Time(TAI): A time scale that combines the output of some 200 highly precise atomic clocks worldwide, and provides the exact speed for our clocks to tick.

 

   2. Universal Time(UT1), also known as Astronomical Time, refers to the Earth's rotation around its own axis, which determines the length of a day.

When the difference between TAI and UT1 approaches 0.9 seconds, an order is issued to add a leap second worldwide by the International Earth Rotation and Reference System Service (IERS) in Paris, France.

 

Atomic Time Too Accurate:

The reason we have to add a second every now and then, is that Earth's rotation around its own axis, is gradually slowing down, although very slowly.

Atomic clocks, however, are programmed to tick away at pretty much the same speed over millions of years. Compared to the Earth's rotation, the atomic clocks are simply too accurate.

 

How Often Are Leap Seconds Added?

Before the first leap second was added in 1972, UTC was 10 seconds behind Atomic Time. So far, a total of 26 leap seconds have been added. This means that the Earth has slowed down an additional 26 seconds compared to atomic time since then.

However, this does NOT mean that the days are 25 seconds longer nowadays. The only difference is that the days a leap second was added had 86,401 seconds instead of the usual 86,400 seconds.

 

 

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 00:00
link do post | comentar | favorito!

Segunda-feira, 23 de Setembro de 2013

 

 

* * *

TEMPO

 

* * *

 

 

Uma das coisas mais preciosas que podemos ter é Tempo.


Se, por alguma razão, não tivermos Tempo ou não tivermos Tempo,

então tudo o resto perde significado. Excepto o Amor.

Quando (já) não se tem Tempo, até o dinheiro perde todo o valor.

 

 

 

Cleópatra M.P.

 

publicado por Cleópatra M.P. às 23:00
link do post | comentar | favorito!

Sábado, 20 de Agosto de 2011

 

 

* * *

 

* * *

 

 

"Como é que se esquece alguém que se ama? Como é que se esquece alguém que nos faz falta e que nos custa mais lembrar que viver? Quando alguém se vai embora de repente como é que se faz para ficar? Quando alguém morre, quando alguém se separa - como é que se faz quando a pessoa de quem se precisa já lá não está?
As pessoas têm de morrer; os amores de acabar. As pessoas têm de partir, os sítios têm de ficar longe uns dos outros, os tempos têm de mudar Sim, mas como se faz? Como se esquece? Devagar. É preciso esquecer devagar. Se uma pessoa tenta esquecer-se de repente, a outra pode ficar-lhe para sempre. Podem pôr-se processos e acções de despejo a quem se tem no coração, fazer os maiores escarcéus, entrar nas maiores peixeiradas, mas não se podem despejar de repente. Elas não saem de lá. Estúpidas! É preciso aguentar. Já ninguém está para isso, mas é preciso aguentar. A primeira parte de qualquer cura é aceitar-se que se está doente. É preciso paciência. O pior é que vivemos tempos imediatos em que já ninguém aguenta nada. Ninguém aguenta a dor. De cabeça ou do coração. Ninguém aguenta estar triste. Ninguém aguenta estar sozinho. Tomam-se conselhos e comprimidos. Procuram-se escapes e alternativas. Mas a tristeza só há-de passar entristecendo-se. Não se pode esquecer alguem antes de terminar de lembrá-lo. Quem procura evitar o luto, prolonga-o no tempo e desonra-o na alma. A saudade é uma dor que pode passar depois de devidamente doída, devidamente honrada. É uma dor que é preciso aceitar, primeiro, aceitar.
É preciso aceitar esta mágoa esta moinha, que nos despedaça o coração e que nos mói mesmo e que nos dá cabo do juízo. É preciso aceitar o amor e a morte, a separação e a tristeza, a falta de lógica, a falta de justiça, a falta de solução. Quantos problemas do mundo seriam menos pesados se tivessem apenas o peso que têm em si , isto é, se os livrássemos da carga que lhes damos, aceitando que não têm solução.
Não adianta fugir com o rabo à seringa. Muitas vezes nem há seringa. Nem injecção. Nem remédio. Nem conhecimento certo da doença de que se padece. Muitas vezes só existe a agulha.
Dizem-nos, para esquecer, para ocupar a cabeça, para trabalhar mais, para distrair a vista, para nos divertirmos mais, mas quanto mais conseguimos fugir, mais temos mais tarde de enfrentar. Fica tudo à nossa espera. Acumula-se-nos tudo na alma, fica tudo desarrumado.
O esquecimento não tem arte. Os momentos de esquecimento, conseguidos com grande custo, com comprimidos e amigos e livros e copos, pagam-se depois em condoídas lembranças a dobrar. Para esquecer é preciso deixar correr o coração, de lembrança em lembrança, na esperança de ele se cansar."



Miguel Esteves Cardoso, in Último Volume

 

publicado por Cleópatra M.P. às 00:25
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito!

Sábado, 21 de Maio de 2011

 

 

* * *


 

* * *

 

 

"Os dias talvez sejam iguais para um relógio, mas não para um homem."

  

Marcel Proust

 

* * *

 

"Jamais me submeterei às horas: as horas foram feitas para o homem, e não o homem para as horas."

 

François Rebelais

 

* * *

 

"O tempo dirá tudo à posteridade. É um falador. Fala mesmo quando nada se pergunta."

 

Eurípedes

 

* * *

 

"O tempo é relativo e não pode ser medido exactamente do mesmo modo e por toda a parte."

 

Albert Einstein

 

* * *

 

"Ser senhor do seu tempo é ser senhor de si próprio."

 

Voltaire

 

* * *

 

"Não devemos perder uma hora, pois não estamos seguros nem de um minuto."
 
Baltasar Gracián y Morales
 
 * * *
 
"O tempo chega sempre; mas há casos em que não chega a tempo."
 
Camilo Castelo Branco
 
* * *
 
"Quanto mais precisas para viver, mais tens de trabalhar e menos tempo tens para ti.
O maior dos luxos é o tempo. O tempo é o meu maior património." 
 
Miguel Esteves Cardoso

  

 

Categorias:
publicado por Cleópatra M.P. às 23:55
link do post | comentar | favorito!

Sábado, 27 de Novembro de 2010

 

 

Muito, muito bom.

 

 

 * * *

 
Cazuza - O Tempo Não Pára

 

      * * * 

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 21:25
link do post | comentar | favorito!

Terça-feira, 19 de Outubro de 2010

 

 

Para sempre é muito tempo...

 

 

* * *

 

 

PARA SEMPRE...?

 

 

* * *

 

Queen - Who Wants To Live Forever

 

* * *

.

 

... ou não?

.

.

 

publicado por Cleópatra M.P. às 00:00
link do post | comentar | favorito!

Quinta-feira, 26 de Agosto de 2010

 

 

* * *

 

 

 

 

* * *

 

Ando devagar
Porque já tive pressa
E levo esse sorriso
Porque já chorei demais

Hoje me sinto mais forte,
Mais feliz, quem sabe,
Eu só levo a certeza
De que muito pouco sei,
Ou nada sei

Conhecer as manhas
E as manhãs
O sabor das massas
E das maçãs

É preciso amor
Pra poder pulsar
É preciso paz pra poder seguir
É preciso chuva para florir

Sinto que seguir a vida
Seja simplesmente
Conhecer a marcha
E ir tocando em frente

Como um velho boiadeiro
Levando a boiada
Eu vou tocando os dias
Pela longa estrada, eu vou
Estrada eu sou

Cada um de nós compõe
A sua própria história
E cada ser em si
Carrega o dom de ser capaz
De ser feliz

Todo mundo ama um dia,
Todo mundo chora
Um dia a gente chega
E no outro vai embora

 

 

 

Almir Sater e Renato Teixeira

 

 

 

* Maria Bethania & Almir Sater

Tocando em Frente *

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 00:53
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito!

Quarta-feira, 21 de Julho de 2010
 

 

 

 

* * *

.CORAÇÃO PULSÁTIL.jpeg

 

.

* * *

.

 

 

Tempo — definição da angústia.
Pudesse ao menos eu agrilhoar-te
Ao coração pulsátil dum poema!
Era o devir eterno em harmonia.
Mas foges das vogais, como a frescura
Da tinta com que escrevo.
Fica apenas a tua negra sombra:
— O passado,
Amargura maior, fotografada.

Tempo...
E não haver nada,
Ninguém,
Uma alma penada
Que estrangule a ampulheta duma vez!

Que realize o crime e a perfeição
De cortar aquele fio movediço
De areia
Que nenhum tecelão
É capaz de tecer na sua teia!
.

.

Miguel Torga, Tempo in 'Cântico do Homem'

 

 


publicado por Cleópatra M.P. às 23:50
link do post | comentar | favorito!

Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
15
16
17
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Tradutor | Translator
Free counters!