Quarta-feira, 25 de Dezembro de 2013
 

 

 

* * *

 

 

ON A ISLAND
 

 

* * *

 

 

 

Remember that night, white stairs in the moonlight

They walked here too, through empty

playground, this ghosts town

Children again on rusty swings getting higher

Sharing a dream on an island it felt right

 

We lay side by side between the moon and the tide

Mapping the stars for awhile

 

Let the night surround you

We're halfway to the stars

Ebb and flow, let it go

Feel the warmth beside you

 

Remember that night, the warmth and the laughter

Candles  burn though the church was deserted

At dawn we went down through empty  streets to the harbor

Dreamers may leave but they're here everafter

 

Let the night surround you

We're halfway to the stars

Ebb and Flow, let it go

Feel the warmth beside you

 

 

 

David Gilmour/ Polly Samson, On An Island, 2006

 

 

 

 

* * *

 

 

 David Gilmour, On An Island

 

* * *

 
publicado por Cleópatra M.P. às 00:00
link do post | comentar | favorito!

Domingo, 11 de Março de 2012

 

 

Este mês, os planetas Vénus, Júpiter e Marte estarão muito brilhantes no céu, ao pôr do Sol!

Não me lembro de um mês que tenha sido tão bom para estas observações, e eu observo desde criança!

 

No final do dia, basta olhar o céu e procurar os três pontos mais brilhantes, para além da Lua. Serão os três planetas. Vénus o mais brilhante, seguido de Júpiter e por fim Marte, o menos brilhante. Vale a pena ver.

 

* * *

 

* * *

 

 Altruistic rats, a super-close near-Earth asteroid, and of course this month’s amazing planets

Song of the week is Patience from Leatherbag.

 

 

Mais AQUI!

 

E muito mais AQUI!

 

publicado por Cleópatra M.P. às 15:59
link do post | comentar | favorito!

Domingo, 11 de Dezembro de 2011

 

 

Youtube e Ridley Scott apresentam 'Life in a Day'.

 

Um documentário sobre um único dia na Terra: 24 de Julho de 2010. Uma colectânea de vídeos comuns, filmados por pessoas comuns e que relata o quotidiano vivido nos quatro cantos do Mundo.

 

Sem dúvida, vale a pena ver.

 

* * *

 

 

* * *

  


Life In A Day

 

 

* * *

 

 

* * *

 
publicado por Cleópatra M.P. às 14:41
link do post | comentar | favorito!

Segunda-feira, 10 de Outubro de 2011

 

 

O álbum Atom Heart Mother, dos Pink Floyd,

 

completa HOJE 41 anos...

 

Parabéns!

 

 

Cá fica o tema fabuloso que deu o nome ao álbum:

 

* * *


Atom Heart Mother - Pink Floyd Live BBC 1970

 

* * *

 

"Não passava pela cabeça de ninguém que os Pink Floyd pudessem ocupar um lado inteiro do LP com uma peça sinfónica, dividida em seis partes, que inclui uma secção de metais, violoncelo, coros de diferentes espécies e feitios, e se estende para lá dos 23 minutos de duração."

 

(Blitz)

 

publicado por Cleópatra M.P. às 00:00
link do post | comentar | favorito!

Quinta-feira, 21 de Abril de 2011

 

 
* * *
 
* * *
 
"We all have wings, but it's up to each one of us
 
to have the courage to fly."
 
Miranda Kerr 
 
publicado por Cleópatra M.P. às 15:49
link do post | comentar | favorito!

Terça-feira, 15 de Fevereiro de 2011

 

* * *

 

                            * * *

 

publicado por Cleópatra M.P. às 15:34
link do post | comentar | favorito!

Segunda-feira, 14 de Fevereiro de 2011

 

 

Um livro excelente que li na adolescência, e que tenho sempre por perto. De vez em quando, abro-o aleatoriamente e leio um bom bocado. E fico deliciada com as notas que escrevi naquela época, nos bordos das páginas...

 

 

* * * 

  

"Embora tivesse de me deitar cedo, às vezes, no inverno, via as estrelas. Costumava olhar para elas, cintilantes e distantes, e ficava a pensar o que é que elas eram. Perguntava a miúdos mais velhos e a adultos, que normalmente só me respondiam: 'São luzes no céu, pazinho.' Que eram luzes no céu também eu via. Mas o que eram elas? Simples lampadazinhas suspensas? Para quê? Sentia uma certa pena delas: uma banalidade cujo enigma eu de certo modo escondia dos meus indiferentes companheiros. Tinha de haver uma resposta mais profunda.

Mal atingi a idade necessáia, os meus pais deram-me o meu primeiro cartão de biblioteca. Parece-me que a biblioteca era na Rua 85, para mim terreno estranho. Imediatamente pedi à bibliotecária alguma coisa que falasse de estrelas. E ela voltou com um livro ilustrado com retratos de homens e mulheres com nomes como Clark Gable e Jean Harlow. Eu reclamei e, por alguma razão que na altura não percebi, ele sorriu e foi buscar outro livro - um dos que eu queria. Abri-o de respiração suspensa e li até encontrar. O livro dizia uma coisa espantosa, um enorme pensamento. Dizia que as estrelas eram sóis, só que muito distantes. O Sol era uma estrela, mas próxima. (...) Não tinha a mínima hipótese de calcular a distância até às estrelas. Mas sabia que, se as estrelas eram sóis, tinham de estar muito, muito longe - mais longe que a Rua 85, mais longe do que Manhattan, provavelmente mais longe do que a Nova Jérsia. O cosmos era muito maior do que eu tinha imaginado. (...) Então, nesse caso, pensei eu, é legítimo pensar que as outras estrelas também têm planetas, que ainda não detectámos, e que alguns dessoutros planetas devem ter vida (porque não?), um tipo de vida provavelmente diferente daquela que nós conhecemos, a vida em Brooklyn. E assim decidi que havia de ser astrónomo, estudar as estrelas e planetas e, se pudesse, ir visitá-los. (...)

O que são as estrelas? É uma pergunta tão natural como o sorriso duma criança. E nós sempre a fizemos. O que distingue a nossa época é que, finalmente, sabemos algumas das respostas. (...)

O que é que os nossos antepassados julgavam que eram as estrelas?"

  

  

Carl Sagan (1934 - 1996)

in Cosmos, Edição Gradiva, pp.194-196

  

 

* * *

 


Unreleased music suite - Cosmos Special Edition 1986 by Vangelis

 

 

* * *

publicado por Cleópatra M.P. às 00:37
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito!

Sábado, 12 de Fevereiro de 2011

 

 

Mais um excelente livro de Colleen McCullough!

 

A continuação do clássico Orgulho e Preconceito de Jane Austen.

 

 

 

* * *

 

* * *

 

 

'Toda a gente conhece a história de Elizabeth Bennet, que se casou com Mr. Darcy em "Orgulho e Preconceito".

Mas o que aconteceu a Mary, a sua irmã? Todas as irmãs de Mary conquistaram o seu destino: Jane tem um casamento feliz e uma grande família; Lizzie e Mr. Darcy ganharam uma extraordinária reputação social; Lydia conquistou uma reputação bem diferente; e Kitty é requisitada pelos salões mais luxuosos de Londres. Mary, por outro lado, é uma mulher transformada, agora independente de obrigações familiares. Decide escrever um livro onde põe a nu os males do seu país e o drama dos pobres. Mas as suas viagens de pesquisa irão colocar em risco a sua própria vida – e acabarão por lançá-la nos braços do homem que a inspirou. Da brilhante escritora Colleen McCullough, autora de "Pássaros Feridos", um livro de aventuras e romance, em que uma mulher forte e independente deixa a sua marca no mundo.'

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 22:02
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito!

Terça-feira, 1 de Fevereiro de 2011

 

Excelente!

 

De Colleen McCullough.

 

 

 

* * *

 

* * *

 

 

'Chegada a Sidney depois de uma difícil viagem, Elizabeth Drummond, de 16 anos, encontra-se com o seu futuro marido e descobre, para sua infelicidade, que ele a assusta e repugna. Sem outra hipótese, casa com ele e fica relegada numa quinta algures no imenso campo australiano. Nem sequer faz ideia que ele mantém uma amante, a sensual e extrovertida Ruby Costevan.'
 
 
publicado por Cleópatra M.P. às 17:41
link do post | comentar | favorito!

Sexta-feira, 14 de Janeiro de 2011

 

 Um livro fantástico, de Charlotte Brontë.

 

 

* * *

 

 

* * *

 

'Charlotte Brontë conseguiu uma fusão perfeita entre o realismo e o romance, incorporando dois temas que persistem no inconsciente colectivo porque expressam aspirações humanas permanentes: o mito de Cinderela, a rapariga pobre e oprimida que casa com o príncipe poderoso, e o mito do sucesso: a recém-chegada sofre, persevera e triunfa da adversidade.'

 

 

publicado por Cleópatra M.P. às 09:38
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito!

Segunda-feira, 3 de Janeiro de 2011

 

 

"Quando entraste nas nossas vidas, as nossas histórias já estavam contadas"

 

in Rosas, pp.30

 

 

Recomendo vivamente.

 

Acabei de ler e adorei.

 

Um livro de Leila Meacham.

 

* * *

 

 

* * *

 

'Uma saga épica de segredos, lutas de poder e paixões proibidas. Abarcando grande parte do século XX, "Rosas" conta a história das poderosas famílias fundadoras da cidade de Howbutker, no Texas, e de como as suas histórias permaneceram entrelaçadas ao longo de três gerações. Quando Mary Toliver, de dezasseis anos, herda do pai a plantação de algodão, surgem as primeiras sementes da discórdia. Ao tornar-se a nova dona de Somerset, Mary trai a mãe, Darla, e o irmão, Miles, e a dinastia Toliver nunca mais recupera. E quando Mary e o magnata da madeira, Percy Warwick, decidem não casar, embora loucamente apaixonados, esta decisão irá ter consequências tristes e trágicas, não só para eles, mas para as futuras gerações das suas famílias.'
 
 
publicado por Cleópatra M.P. às 20:11
link do post | comentar | favorito!

Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
15
16
17
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Tradutor | Translator
Free counters!